• Planej

Papo de arquiteto: construções com concreto aparente


Hoje é clara a tendência do uso do concreto aparente. Muitos edifícios, independente do uso, passaram a assumi-lo e sua aceitação já tem o favoritismo de muitos, sejam projetistas ou clientes.

MASP, de Lina Bo Bardi, São Paulo, 1968.

Podemos voltar ao século 19 para entendermos como se chegou nessa aceitação e na sua adoção como componente estético.Por volta dos anos 1800, surgiu um movimento arquitetônico, Arts and Crafts, Artes e Ofícios em tradução livre. Ele surgiu como uma reação à produção arquitetônica e decorativa da época. Apesar do seu teor político e de reivindicação da volta dos processos criativos das oficinas, o movimento reivindicava a honestidade dos materiais, que eles representassem exatamente o que eles são. Muitos edifícios como X, utilizava o concreto armado mas o mascarava de forma a parecer que foi feito de pedra ou outro material.O concreto foi amplamente utilizado durante o Movimento Moderno, movimento que marcou a história da arquitetura no Brasil, pois teve significativa aceitação e difusão devido a flexibilidade e liberdade que o concreto proporcionava. Além desse aspecto, o Modernismo pregava a racionalização e a não utilização de ornamentos, o que acabou implicando em projetos que assumiam o próprio concreto. As obras a seguir são classificadas como brutalistas, pois elas têm a estrutura nua e crua como ponto chave do projeto.

FAUSP, Vilanova Artigas e Cascaldi, São Paulo, 1969.

A utilização do concreto aparente oferece diversas vantagens além da estética única, como por exemplo a diminuição de custos com revestimentos e pinturas.

Porém, para a utilização do concreto aparente é necessário que a execução seja bem-feita, pois, a depender do aspecto desejado, as fôrmas precisam ter a superfície adequada e ter aplicação de desmoldantes de modo que o acabamento final seja refinado. Além de serem previstos beirais, canaletas, pingadeiras para evitar problemas no futuro, como infiltração. É imprescindível ter especificações de detalhes sobre a forma, textura, pigmentação além da própria composição química do concreto, pois implicará na porosidade do mesmo. Esses pormenores vão evitar imperfeições no produto final. A aplicação de vernizes e resinas ajudam a manter a qualidade do concreto quando usado em fachadas.

Casa Origami, Sérgio Bernardes, São Paulo, 2017.

Textura criada a partir das formas do concreto.

Já no interior, o concreto aparente pode compor uma estética industrial aliada à instalações aparentes e tons mais escuros que dão um ar de sobriedade e modernidade.

Ambiente de estética industrial.

Para uma estética mais limpa, clean, o uso de cores mais claras e tons mais neutros aliados à móveis minimalistas resultem nesse efeito.

Sala de estar, estilo "clean".

O concreto também harmoniza com elementos construtivos como o tijolinho. Associado com móveis de madeira e tons terrosos dão um aspecto aconchegante e confortável.

Também é possível usar em mesas, bancadas e detalhes, como na laje na Casa IF, do escritório Martins Lucena Arquitetos.

Uso de tijolinho associado ao concreto aparente.

Casa IF, Martins Lucena Arquitetos, João Pessoa, 2018.

Além disso, é possível utilizá-lo de modo a estabelecer uma parede destaque com textura criada a partir dos moldes.

Textura em concreto aparente.

As placas de concreto também podem ser utilizadas em ambientes internos, como observado na imagem a seguir.

Placas de concreto em ambientes.

Como a PLANEJ pode me ajudar?

A Planej te ajuda na hora de desenvolver o projeto do seu com uso de concreto aparente, selecionando as melhores soluções para a realização do seu sonho! Entre em contato conosco para conhecer um pouco mais sobre os nossos serviços e para solicitar um orçamento gratuitamente!


0 visualização
  • Facebook - White Circle
  • Instagram - White Circle
  • Pinterest - White Circle
  • LinkedIn - Círculo Branco