• Planej

Qual a influência da iluminação em um ambiente?


Fonte: Pinterest

Quando se pensa em projetar um ambiente, deve-se pensar em uma maneira de torná-lo mais eficiente na sua estética, conforto e funcionalidade, para assim criar e/ou manter uma melhor experiência e qualidade de vida para quem for usufruir do local. Sendo assim, vários fatores são de extrema importância para o cumprimento desses princípios, dentre eles, a iluminação.


Pensar na luz de um ambiente, é uma das etapas fundamentais de um projeto de interiores, devido a sua influência nas sensações e no uso de cada ambiente, que podem ser elas: humor, concentração, produtividade, motivação e até mesmo o descanso. Para isso, deve-se pensar na escolha da intensidade, cor e disposição dos pontos de luz.


Ademais, além desses benefícios, com um bom projeto luminotécnico, torna-se mais fácil escolher as lâmpadas adequadas e assim utilizar apenas a quantidade exata de luz para cada espaço, e dessa forma, é possível economizar energia!


Como exemplificar essa importância?

Na criação de um projeto, a iluminação deve ser planejada para tal ambiente, com o intuito de valorizar o local, mas também, para quem irá utilizá-lo, pensando assim, na melhor experiência de bem estar. Um bom exemplo é o projeto de um quarto, pois é um ambiente que deve ser confortável e de descanso. Logo, um projeto luminotécnico é fundamental para proporcionar esse efeito.


Fonte: Pinterest


Afinal, quais os tipos de iluminação?

Nesse momento, é ideal a ajuda de um profissional para auxiliar e fazer um projeto luminotécnico personalizado. Como foi mencionado, um quarto pede uma sensação de conforto e aconchego, entretanto, a cozinha é um ambiente reservado para o preparo de refeições, requer uma proposta de iluminação mais funcional: com foco e cores frias.

A seguir, nós separamos 5 tipos de iluminação que são usadas comumente em projetos e como podem ser aplicados em diferentes espaços!


1. Iluminação direta

Nesse tipo de iluminação, a luz é direcionada para algum ponto específico, tornando-se ideal para ambientes que precisam de focos de luz em cima de algum objeto, como por exemplo: consultórios médicos, salas de estudos, escritórios, ou até mesmo em banheiros e espaços de maquiagem.


Fonte: Pinterest


2. Iluminação Indireta

Essa iluminação visa ressaltar objetos ou móveis de um ambiente. Podem ser utilizadas em forros, sancas, pisos, entre outros meios. Basicamente, a luz reflete em uma superfície e se distribui pelo espaço, por isso que o ideal é que tal superfície seja clara.


Fonte: Pinterest



3. Iluminação linear

A iluminação linear é um sistema moderno no qual a luz é refletida por linhas contínuas. Apesar do efeito, essa iluminação não é prejudicial aos olhos, é agradável. Quando planejada, resulta em uma estética interessante no espaço.


Fonte: Pinterest

4. Iluminação difusa

A iluminação difusa tem como ideia, iluminar o ambiente de uma maneira suave, sem gerar contrastes e sombras, pois tem como objetivo iluminar o cômodo por completo. Esse tipo de iluminação é a mais simples e conhecida.


Fonte: Pinterest


5. Iluminação de orientação

Por fim, a iluminação de orientação é aquela colocada em um ambiente com o intuito de orientar as pessoas durante a transição pelo lugar e é usada de forma leve, e é embutida, com o intuito de garantir segurança. Geralmente é encontrada em corredores, escadas, piscinas e jardins.


Fonte: Pinterest

Como a PLANEJ pode ajudar você?


A Planej te ajuda na hora de desenvolver o projeto arquitetônico do imóvel que você quer construir, e/ou no projeto de reforma, para deixar um ambiente já pronto mais bonito, funcional e com maior valor de mercado. Criamos as melhores soluções para a realização do seu sonho. Entre em contato conosco para conhecer um pouco mais sobre os nossos serviços e, para solicitar um orçamento gratuitamente!






38 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo