• Planej

Papo de arquiteto: você já ouviu falar em elementos vazados?


Para quem gosta de iluminação natural e ventilação, mas não quer comprometer a privacidade dos ambientes, elementos vazados são a solução mais indicada. Existem diversas possibilidades de combinações, podendo ser utilizado nas fachadas, divisórias entre ambientes, decorações, etc. Além disso, estes elementos fazem parte da cultura Nordestina, por se adequar bem as condições climáticas.

No mercado existe uma imensa variedade de elementos vazados, com diferentes furos e tamanhos, podendo se adequar a proposta e a ideia que o ambiente quer passar. Para a confecção são utilizados o concreto, placas de madeira, alumínio, ferro e cerâmica e tem possibilidade de ganhar diferentes cores e acabamentos, podendo também ser fosco ou esmaltado.

Os elementos vazados, para o interior das edificações, ganham um formato mais compacto, como uma placa, estes são fixos, podendo ir desde uma meia parede até uma parede inteira. São bastante utilizados na decoração, por ser um elemento simples, mas que faz toda a diferença quando bem colocado.

Muitas vezes queremos tornar um ambiente mais reservado em relação ao restante da casa, mas também não queremos escondê-lo totalmente, esses elementos são indicados como solução, um bom exemplo está na imagem abaixo, onde utilizamos elementos vazados para separar a sala de jantar da sala de estar, fornecendo uma permeabilidade visual, mas ainda assim permanecendo como ambientes separados.

Abaixo podemos ver uma residência que fica localizada em São áulo, os arquitetos do escritório Perkins + Will, colocaram elementos vazados na lateral dos lances da escada tentando criar um diálogo com o externo, além de alternar os módulos como um estante para adicionar decorações. Neste caso notamos três funções, estante, integração com o externo e entrada de iluminação natural.

Novamento temos um exemplo localizado na cidade de São Paulo, mas dessa vez trata-se de um restaurante, ele prioriza a luz natural, através da claraboia, que é essa grande janela de vidro que encontra-se no teto, como também com os elementos vazados inspirados na tapeçaria árabe. Esses elementos foram utilizados para dar privacidade ao cliente, já que o mesmo está localizado em uma avenida de grande fluxo. Além de oferecer um design inovador ao restaurante, dá uma ideia de leveza e tranquilidade ao usuário.

Como já notamos no decorrer desse post, os elementos vazados tem também a função de conectar ambientes. Por exemplo, essa porta composta de madeira com estrutura de aço, é formada por pequenos elementos vazados, que possibilita a visão parcial de toda a paisagem natural do entorno, como se o usuário estivesse fora da casa. Esta porta tem a função de integrar, mesmo estando fechada.

Os cobogós são os mais famosos elementos vazados na região Nordeste, foi criado por 3 engenheiros na década de 20, que se inspiraram nos muxarabis da arquitetura árabe, foi desenvolvido em Pernambuco e em 1950 ganhou visibilidades em outros países. Pode desempenhar funções decorativas, oferecer permeabilidade visual entre os ambientes, entrada de luz natural e ventilação.

Geralmente são utilizados como elementos na fachada, porque são mais robustos, que os anteriormente citado, eles podem ser cerâmicos ou de concreto, as cores variam também, depende da proposta estudada, pode ter infinidades tamanhos e formatos. A casa B+B do Studio MK27 demonstra bem o uso do cobogó na fachada, o arquiteto usa como se fosse uma segunda pele para proteção das chuvas e um controle da incidência do sol, possibilitando a livre circulação da ventilação.

Por isso, estes pequenos elementos modulares podem fazer grande diferença no interior ou exterior de sua edificação, desde que ele seja pensado e projetado de acordo com a demanda do lugar ou a sua necessidade. Gostaria de inserir elementos vazados na sua casa ou empreendimento dos sonhos? Entre em contato conosco e solicite um orçamento: (83)99634-2222

Imagens: Home Teka | Tanto | Arquitetura e Construção | Homify | ArchDaily

#cobogós #elementosvazados #arquitetura #dicas

0 visualização
  • Facebook - White Circle
  • Instagram - White Circle
  • Pinterest - White Circle
  • LinkedIn - Círculo Branco