• Planej

Papo de Arquiteto: Como a cor influencia o ambiente?


Você já se deparou com dúvida de que cor pintar seu escritório, seu quarto, sala ou até mesmo sua casa?

Em todo momento nos deparamos com cores. Elas estão presentes em tudo e isso se deve ao fato da cor ser uma informação visual, gerada por um estímulo, que é interpretada pelo nosso cérebro. Além de renovarem o ambiente, as cores podem mudar completamente a noção de espaço dentro da sua casa. É possível “aumentar” e “diminuir” os cômodos somente com pintura.

As cores também têm seu significado e podem causar sensações dependendo da proporção em que são usadas. Elas nunca estão sozinhas no espaço, e por isto recebem outras diversas interferências e isso modifica completamente o contexto. Mas, no geral se tem o seguinte:

O amarelo estimula o apetite e as atividades intelectuais, sendo ideal para áreas de alimentação como cozinha e sala de jantar, e em áreas de estudo e escritórios. Também são indicados ambientes que necessitam de uma atmosfera ativa como salas de estar e áreas de convivência.

Com o amarelo mais vivo ele realça os detalhes do ambiente e proporcionam charme ao espaço. Costuma-se usar tons mais suaves e esta cor deve ser usada sem exageros, pelo seu elevado grau de luminosidade, pois pode causar desconforto visual.

É uma cor quente e representa energia, calor, fogo, podendo proporcionar vitalidade, dinamismo e elevar o ânimo e reduzir a depressão. O laranja também é um estimulante mental e físico, ajudando na criatividade, por isso é indicada em locais de trabalho e estudo.

Essa cor também estimula o apetite, então é ideais em locais de alimentação como salas de jantar, cozinha ou restaurantes.

O vermelho é considerada uma cor quente e excitante, ela anima, traz confiança, força de vontade e agilidade para iniciativas. Estimula muito as emoções, podendo produzir nervosismo, por isso deve ser usada com dosagem.

Os diferentes tons podem causar diferentes sensações, por exemplo, o vermelho-escuro infere autoridade e respeito, mas o vermelho forte é provocante e causa impressão de afeto e estima.

Se usado com bom senso no quarto do casal, o vermelho é capaz de ativar o amor e a paixão. Já em ambientes de alimentação como sala de jantar e cozinha, a cor incentiva o apetite e a fala.

Segundo a Cromoterapia, o azul é uma cor sedativa e curativa. Assim, é muito utilizada em quartos, salas de estar e banheiros. Além disso, ele no seu tom mais escuro transmite uma sensação de amplitude, logo é indicada para espaços pequenos. Já no seu tom mais claro traz uma sensação de alegria ao ambiente.

Além disso, é uma cor com sensação refrescante podendo ser utilizada em lugares quentes. Não é muito indicada para locais com temperatura muito baixa pois pode causar sensação de tristeza ou mais frio. Não somente para a casa, sabendo-se que o azul também tem a capacidade de aumentar a produtividade, ele pode ser usado em escritórios e salas de estudo.

Os tons de roxo, que são uma mistura da extravagância do vermelho com a tranquilidade do azul, têm excelente poder de transformação. Além disso, ela estimula o lado psíquico e espiritual do ser humano.

São ideais para ambientes mais tranquilos, de atividades espirituais, meditação, no quarto, ou em outros ambientes de relaxamento.

O verde traz ao ambiente uma sensação reservada e repousante. É muito utilizado nos ambientes pois tem uma grande variedade de tons com sensações agradáveis e confortáveis, e aceita facilmente composições com outras cores.

Os tons mais claros (menta, camomila e erva doce) tornam os ambientes mais refrescantes e acalmam o sistema nervoso. Logo, podem ser utilizados em quartos, salas de estar e escritórios.

Em seu tom mais escuro pode trazer sensação de seriedade e segurança. Porém, quando em excesso, podem passar uma sensação de opressão

O branco não é necessário ser utilizado como cor predominante pois combina com todas outras cores. Traz bastante luminosidade e amplitude ao ambiente, e causa uma impressão de simplicidade, mas em excesso pode se tornar irritante.

É muito indicado para a criatividade, além de ser ideal para a cozinha, o lavabo, a área de serviço e o banheiro pois eles mostram as imperfeiçoes e sujeiras. Seu uso também é muito indicado em portas, janelas e molduras por ser neutro.

O preto é uma cor sofisticada, imponente. Possui a propriedade física de absorver quase todos os raios luminosos que incidem sobre ele, por isso pode literalmente esquentar o ambiente, não sendo indicado utilizar em excesso.

Não somente, a alta dosagem de preto no ambiente acaba deixando-o muito escuro e acaba exigindo uma compensação na iluminação. Além disso, em questão de sensação, precisa tomar cuidado com o uso, pois pode deixar as pessoas depressivas, sombrias e pessimistas.

É passivo, sem vida, não relaxa nem anima, não interferindo nas sensações, mas o uso excessivo do cinza, pode causar tristeza e deixar o ambiente muito simples e neutro. Por esse motivo é bem empregado junto com outras cores, o ideal é mesclar o cinza com detalhes mais coloridos.

Logo, observa-se que a cor é um dos fatores que exercem grande influência na criação de um ambiente ou até mesmo um objeto. Por isto é tão importante entender bem a funcionalidade do ambiente afim de escolher a melhor pintura para torná-lo mais adequado ao seu uso.

#psicologiadascores #cornoambiente #designdeinteriores #arquitetura #decoração

0 visualização
  • Facebook - White Circle
  • Instagram - White Circle
  • Pinterest - White Circle
  • LinkedIn - Círculo Branco